sexta-feira, 30 de novembro de 2012

XOXOTA X CERVEJA

POSTAGEM: ALOISIO GUIMARÃES

Se você tem dúvidas em saber o que é melhor entre transar e beber, com certeza a análise abaixo fará com que você decida à respeito. Mas não esqueça nunca que você sempre poderá unir o útil ao agradável:
• XOXOTA 1 x 0 CERVEJA
Cerveja quente é horrível.
Xoxota quente é maravilhosa!
• XOXOTA 1 x 1 CERVEJA
A cerveja está sempre molhadinha.
A xoxota precisa de estímulos para ficar molhadinha.
• XOXOTA 2 x 1 CERVEJA
Se você ficar com um pentelho na boca ao beber cerveja, você fica com nojo.
Se for ao chupar uma xoxota, não.
• XOXOTA 2 x 2 CERVEJA
Quando você bebe muita cerveja, fica gozado (engraçado).
Quando come uma xoxota, ela fica gozada.
• XOXOTA 3 x 3 CERVEJA
Cerveja é uma bebida fermentada que leva fungos no preparo e tem um gosto bom.
Uma xoxota fermentada e com fungos é simplesmente nojenta.
• XOXOTA 4 x 3 CERVEJA
6 cervejas numa noitada te deixam alegre.
6 xoxotas numa noite te deixam realizado.
• XOXOTA 4 x 4 CERVEJA
Se você tentar beber no seu local de trabalho, pode até ser demitido.
Se tentar comer uma xoxota, pode ser acusado de assédio sexual e ir preso.
• XOXOTA 5 x 4 CERVEJA
Se um policial sentir bafo de cerveja, você vai para bafômetro e pode ser multado.
Se ele sentir bafo de xoxota, ele vai te dar parabéns e bater palmas.
• XOXOTA 5 x 5 CERVEJA
Cervejas ruins existem, mas você topa beber todas.
Xoxotas sujas são ruins: impossíveis de comer.
• XOXOTA 6 x 5 CERVEJA
Cerveja pode fazer você pensar que é Deus.
Xoxota pode fazer você ver ou até se sentir Deus.
• XOXOTA 6 x 6 CERVEJA
Você pode perfeitamente se contentar em beber uma só marca de cerveja.
De forma alguma você se contentará em comer sempre a mesma xoxota.
• XOXOTA 7 x 6 CERVEJA
Se você pensa o dia todo em cerveja, você é um alcoólatra.
Se você pensa o dia todo em xoxota, você é normal.
• XOXOTA 7 x 7 CERVEJA
Você beber um gole de cerveja no copo que seu amigo acabou de beber é normal e saudável.
Se você comer a xoxota que seu amigo acabou de comer, pode afetar a tua saúde.
• XOXOTA 8 x 7 CERVEJA
Abrir uma cerveja pode ser prazeroso.
Abrir uma xoxota é muito mais prazeroso.
• XOXOTA 8 x 8 CERVEJA
Você pode beber a cerveja, virar as costas e ir embora. Sem ressentimentos.
Se você comer a xoxota, virar e for embora, você é um canalha.
• XOXOTA 9 x 8 CERVEJA
Cervejas gostosas são poucas.
A lista de xoxotas gostosa é enorme, embora você não tope comer todas que existem.
• XOXOTA 10 x 8 CERVEJA
É normal e aceitável beber cerveja na arquibancada do Maracanã.
Você se tornará uma lenda se comer uma xoxota na arquibancada do Maracanã.
• XOXOTA 11 x 8 CERVEJA
Há ICMS sobre a cerveja.
Não há ICMS sobre a xoxota.
• XOXOTA 12 x 8 CERVEJA
Não importa a situação: pela cerveja você sempre paga.
Pela xoxota, nem sempre.
• XOXOTA 13 x 8 CERVEJA
Cerveja demais pode fazer você passar muito mal.
Xoxota demais... Xoxota demais? Isso não existe! Xoxota nunca é demais!
• XOXOTA 14 x 8 CERVEJA
Na manha que se segue a uma noitada bebendo cerveja, você não quer nem
ouvir falar em cerveja.
Na manhã que segue a uma noitada comendo xoxota, você quer mais.
• XOXOTA 15 x 8 CERVEJA
Comprar e consumir muita cerveja te deixa barrigudo.
Comprar e consumir muita xoxota te deixa famoso.
• XOXOTA 16 x 8 CERVEJA
Cerveja você deve beber sempre com moderação.
Comer xoxota não tem nenhuma restrição.
• XOXOTA 17 x 8 CERVEJA
Se você beber algumas cervejas, alguém tem que te levar para casa - Lei Seca.
Você pode comer xoxota a noite toda que não tem problema.
• XOXOTA 18 x 8 CERVEJA
Quando você bebe muitas cervejas, se embriaga, fica cambaleante e até adormece. Nessas ocasiões, não esqueça que "cu de bêbado não tem dono".
Quando você come muita xoxota, fica leve como uma pluma!
• XOXOTA 19 x 8 CERVEJA
Após uma noite de bebedeira, você acorda com uma ressaca daquelas.
Após uma noite de transa intensa, você acorda sorrindo para a vida.
E por aí vai...
Fica claro que xoxota é bem melhor que cerveja. Não é a toa que os homens bebem cerveja pensando na xoxota...
 

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

MENSAGEM PARA OS PAIS

Texto de Ricardo Jordão

Quando eu tinha quatorze anos, eu achava o meu pai tão ignorante, mas tão ignorante, que eu tinha vergonha de ser visto ao seu lado; mas quando eu fiz vinte e um anos, eu fiquei impressionado com a quantidade de coisas que ele aprendeu em sete anos.
Assim que eu comecei a ganhar dinheiro o suficiente eu sai da casa dos meus pais e fui morar sozinho. Eu aluguei um pequeno apartamento simpático com um quarto, cozinha e sala, localizado a uma música do meu trabalho.
Naquela época eu morava tão perto do escritório que não dava tempo de ouvir a segunda música do CD. Às vezes eu levava várias semanas para ouvir um CD inteiro.
Durante alguns anos eu levei uma típica vida de solteiro workaholic. Na cozinha não tinha fogão, apenas micro-ondas; na geladeira, só dava lasanha congelada da Sadia; na sala, não tinha sofá, apenas uma cadeira para ler e trabalhar; televisão nem pensar, apenas uma estante cheia de livros, revistas e CDs; a decoração a là Casa Cor passou longe, eu mesmo furei bem mal furado todas as paredes do apartamento com posters de Star Wars, Matrix, Poderoso Chefão, John Lennon, Iron Maiden, Rent, Sócrates & Aristóteles, Robert Doisneau e Kandinsky. No guarda-roupa eu estava up-to-date. Roupinhas de marca, reloginho de playboy e perfume de galã; na garagem eu também estava up-to-date. Carro do ano importado, lavado e cheiroso (apesar de estar devendo seis prestações para o banco e dois IPVAs para o governo).
O corpinho também estava up-to-date. Depois de 12 horas de trabalho, eu ainda arrumava tempo para um joguinho de squash, uma corridinha no Parque do Ibirapuera, uma treinadinha na Academia, e uma sessão de bronzeamento artificial (afinal eu precisava manter o meu álibi com as gatinhas de dono de casa pé-na-areia em Maresias).
Na vida amorosa eu também não tinha do que reclamar. Sempre bem informado sobre as melhores baladas, eu fazia questão de não perder nenhuma - de segunda a segunda.
Enfim, a vida perfeita.
Bem, nem tanto assim. 90% dos homens solteiros não viajam - a não ser a trabalho; não trocam de apartamento - a não ser que sejam despejados pelo dono do imóvel.
O maior conflito emocional das suas vidas é o medo de pedir aumento de salário para o chefe, ou curtir os posts da antiga paixão dos tempos do colégio na Facebook; o maior compromisso das suas vidas é com as próximas 24 prestações do seu Vera Cruz 2012 (que inclusive é carro de mulher); o seu maior patrimônio é a sua coleção completa de filmes pornográficos armazenados em 50 terabytes de disco rígido.
Eu acabo de descrever a minha vida quinze anos atrás. Uma infância de Peter Pan que se repetiu monotonamente por vários anos, e da qual não sinto falta alguma.
Eu me tornei adulto quando eu casei.
Eu me tornei um homem quando nasceu a minha primeira filha.
Eu me transformei em ser humano quando me tornei Pai.
Eu sou alguma coisa nessa vida porque tenho uma Família.
Nada menos que isso interessa!
Hoje eu tenho que acordar cedo e dormir tarde porque as contas a pagar não param de chegar.
As minhas roupas não estão mais up-to-date e o perfume que eu uso tem mais de cinco anos; o carro tem quatro anos, o antigo corpinho de Hulk está mais para a pança do Shrek, e a última balada que eu estive presente foi uma apresentação da Hannah Montana Cover em um Buffett Infantil domingo a tarde antes do Fantástico.
Eu perdi o novo filme do Woody Allen porque tive que assistir o Homem Aranha com o meu filho. Eu deixei de comprar um aplicativo para iPad, porque precisei comprar o novo app da Disney para a minha filha.
Eu preciso trocar de carro porque não cabem os filhos, eu preciso trocar de casa porque não cabe a sogra, eu preciso encontrar um novo lugar para passar as férias porque o barato do ano passado já perdeu a graça.
Eu preciso crescer, crescer e crescer, e eu estou super feliz com isso. Eu não posso descansar, eu não posso parar, eu não posso pisar na bola, eu não posso ficar doente, e estou super feliz com isso. Eu preciso dar o exemplo, ser o exemplo, apontar exemplos, e estou super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando a carteira que você usava para guardar dinheiro, carrega agora fotos dos seus filhos, e você está super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando percebe que a melhor coisa que você pode fazer pelos seus filhos é amar a mãe deles, e você está super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando não cansa e não para de ensinar os seus filhos mesmo sabendo que eles não estão entendendo nem metade das coisas que você está falando, e você está super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando diz para a sua filha pedir autorização para a mãe mesmo quando a mãe já disse para pedir autorização para o pai, e você está super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando se sente confortável para aprovar, desaprovar, aceitar e perdoar o espírito adolescente dos seus filhos, e você está super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando aparece com um buquê de rosas nas mãos no final da apresentação de balé da filha mesmo sabendo que ela se sente embaraçada na frente das amigas, e você está super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando está presente para abraçá-la e beijá-la momento em que ela vai embarcar para fora do país por alguns anos, e você está super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando recebe os seus filhos de volta, de braços abertos, não importa o tempo que passou, e tudo que aconteceu, e você está super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando percebe que todo mundo pode ter um filho, mas é preciso muito esforço, mas muito esforço, todos os dias, para ser um Pai, e você está super feliz com isso.
Você sabe que se tornou um pai de verdade quando pára de dar desculpas para não estar presente na vida dos seus filhos.
Em algum momento durante o dia de hoje, o seu filho estará errado. Você vai estar lá para dizer a ele?
No final da sua vida, você vai perceber que a verdadeira medida de um homem é a educação que ele deu aos seus filhos. O quê você deu a eles, o que você fez para afastá-los das coisas erradas, as lições que você ensinou e as lições que você permitiu que eles aprendessem sozinhos.
O mundo em que vivemos nunca precisou tanto de um Pai como agora. Na verdade, se estamos no buraco, é por falta da presença do Pai.
Não deixe as funções que você tem que representar nessa vida atrapalharem o seu papel de Pai. A vida passa muito rápido, a empresa em que você trabalha vai desaparecer em alguns anos, e o seu filho não. 
Esteja presente, seja o Pai que o futuro merece. O mundo inteiro agradece.
Nada menos que isso interessa.
Foi para isso que eu vim!
E você? 

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

BAITOLOGIA

POSTAGEM: ALOISIO GUIMARÃES

Bicha não deve ser grafado como “veado” (marido da corça) e sim, como “viado”, com “i”, encurtamento da palavra “desviado”, como eram conhecidos os “alegres” rapazes de antigamente. E para que você não erre mais, veja a seguir as variações semânticas dos variados tipos:
• BAITOLA
É a bicha nordestina.
Normalmente, é bem abestado, nasceu florzinha do agreste e se mandou para o Rio ou São Paulo, onde sempre cabe mais um e não precisa nem usar Rexona, para fazer saliência bem longe da família.
• BICHA
É o viado mais rampeiro que existe.
Usa, juntos, tamanco e calça corsário.
Suas duas variações mais conhecidas são: Bicha-louca (que é um misto de viado com demente) e Bicha-nojenta (que é aquele que infesta as repartições públicas).
• BOIOLA
É o mais moderno.
Pratica surf, musculação, vive com óculos na testa. Finge que namora a coleguinha da turma, frequenta pagode, mas no final da noite, dá uma passadinha no Bingo pra “botar a cartela” em dia.
• BONECA
É a mais fêmea dos viados.
É aquele que gosta de ser chamada de “viada”, por ser no feminino.
Na verdade, ela se acha a própria “me-ni-na” e sonha com casamento.
• CHURRASSCO
É aquele viado que sonha ser cremado, quando morrer.
Mesmo morto, quer “queimar a rosquinha” pela última vez.
• FRUTINHA
É aquele viadinho meigo, frágil, pele branquinha, com gestos graciosos e delicados.
Foi criado pela vovó ou, na pior das hipóteses, é “aquela filha” que a mãe não pôde ter.
Geralmente casam com uma menina ingênua, “para enganar a torcida”.
Só dá o rabo mediante solicitação, pois é muito tímido.
• GAY
É o viado metido a intelectual.
É muito alegre, mas solta o "boga" igualzinho aos demais, só que com mais criatividade e alegria.
• HOMOSSEXUAL
É o viado discreto; enrustido.
Em geral é rico e se casa para camuflar suas atividades. Paga muito bem aos garotões, mas exige discrição.
É capaz de trair a mulher com o próprio cunhado, em troca de emprestar o carro.
Às vezes tem crise existencial e cai em depressão, mas nunca se arrepende.
• MEIGO
É aquele viado que você nunca tem certeza que ele é viado. Você desconfia pelos seus gestos e trejeitos, porém, se você souber que ele não é, não irá ficar decepcionado.
Quando você achar que um cara é “meio viado”, mas não tem certeza, chame-o de MEIGO (abreviatura de Meio Gay).
• PEDERASTRA
É um viado em desuso e em extinção.
Teve sua glória na época dos grandes bailes do Teatro Municipal.
Hoje apareceram as varizes... Virou um lixo.
• VIADO
Esse é o mais antigo e tradicional de todos.
Fala com voz desafinada e a língua entre os dentes.
Costuma virar os olhos enquanto fala e desmunheca sempre.
Tem cinco variações: Viadinho, Viadão, Viado-filho-da-puta e os mais antigos deles, Viado-velho e Pederasta.
Por fim, chegamos a mais recente de todas as variações de viado. Devido às alterações genéticas ocorridas nos últimos anos, é o tipo que mais se expande:
• COLÍRIO
Ninguém imagina que ele é viado, mas é.
Fala e se veste como homem, pode ser casado e até ter filhos; compra as revistas Playboy e comenta com os amigos:
- Caralho, que mulher gostosa!
Com medo da concorrência, odeia os homossexuais e, se fosse possível, mandaria matar todos.
É chamado de “Colírio” porque, quando aparece uma oportunidade, sem que ninguém saiba, ele dá tanto o rabo que tem que passar colírio (Moura Brasil ou similar) no olho do “boga”, de tão ardido que ficou.
 Assim, quando você quiser chamar alguém de viado, mas não quer que ninguém saiba, diga simplesmente:
 - Esse aí tem cara de quem usa colírio...
Brincadeira à parte, respeite a opção sexual de cada um, para também ser respeitado.

sábado, 24 de novembro de 2012

SOFTWARE PARA A VIDA

POSTAGEM: ALOISIO GUIMARÃES

- Alô, é do Setor de "Atendimento ao Cliente"?
- Boa tarde. Senhora. Em que lhe posso ser útil?
- Comprei o seu programa AMOR, mas até agora não consegui instalar. Eu não sou técnica no assunto, mas acho que posso instalar com a sua ajuda. O que eu devo fazer primeiro?
- O primeiro passo é abrir o seu CORAÇÃO. A senhora encontrou seu CORAÇÃO?
- Sim, encontrei. Mas há diversos programas funcionando agora. Tem algum problema em instalar o AMOR enquanto outros programas estão funcionando?
- Que programas estão funcionando, senhora?
- Deixe-me ver... Eu tenho BAIXA ESTIMA.EXE, RESSENTIMENTO.COM, ÓDIO.EXE e RANCOR.EXE funcionando agora.
- Nenhum problema. O AMOR apagará automaticamente RANCOR.EXE de seu sistema operacional atual. Pode ficar em sua memória permanente, mas não vai causar problemas por muito tempo para outros programas. O AMOR vai reescrever BAIXA ESTIMA.EXE em uma versão melhor, chamada AUTOESTIMA.EXE. Entretanto, a senhora tem que desligar completamente o ÓDIO.EXE e RESSENTIMENTO.COM. A senhora pode desligá-los?
- Eu não sei como desligá-los. Você pode me dizer como?
- Com prazer! Vá ao Menu e clique em PERDÃO.EXE. Faça isso quantas vezes forem necessárias, até os programas ÓDIO.EXE e RESSENTIMENTO.COM sejam apagados completamente.
- Ok... Terminei! O AMOR começou a instalar-se automaticamente. Isso é normal?
- Sim, é normal. A senhora deverá receber uma mensagem dizendo que reinstalará a vida de seu coração. A senhora tem essa mensagem?
- Sim, eu tenho. Está completamente instalado?
- Sim. Mas lembre-se: a senhora só tem o programa de modelo básico. A senhora precisa começar a se conectar com outros CORAÇÕES a fim de obter melhoramentos.
- Oh! Meu Deus! Eu já tenho uma mensagem de erro. Que devo fazer?
- O que diz a mensagem?
- Diz: "ERRO 412 - O PROGRAMA NÃO FUNCIONA EM COMPONENTES INTERNOS". O que isso significa?
- Não se preocupe, senhora. Este é um problema comum. Significa que o programa do AMOR está ajustado para funcionar em CORAÇÕES externos, mas ainda não está funcionando em seu CORAÇÃO. É uma daquelas complicadas coisas de programação, mas em termos não técnicos, significa que a senhora tem que "AMAR" sua própria máquina antes que possa amar outra.
- Então, o que devo fazer?
- A senhora pode achar o diretório chamado "AUTOACEITAÇÃO"?
- Sim, encontrei.
- Excelente! A senhora está ficando ótima nisso!
- Obrigada!
- De nada. Faça o seguinte: clique nos arquivos BONDADE.DOC, AUTOESTIMA.TXT, VALORIZE-SE.TXT, PERDÃO.DOC e copie-os para o diretório "MEU CORAÇÃO". O sistema irá reescrever todos os arquivos em conflito e começará a consertar a programação defeituosa. Também a senhora precisa apagar AUTO CRÍTICA.EXE de todos os diretórios e depois esvazie a sua lixeira para certificar-se de que nunca voltem.
- Consegui! Meu CORAÇÃO está cheio de arquivos realmente puros! Eu tenho no meu monitor, agora, o SORRISO.MPG e está mostrando que PAZ.EXE, BONDADE.COM e CONTENTAMENTO.COM foram instalados automaticamente no meu CORAÇÃO.
- Então, terminamos! O AMOR está instalado e funcionando. Ah, mais uma coisa antes de eu ir...
- Sim?
- O AMOR é um programa grátis. Faça o possível para distribuir uma cópia de seus vários modelos a quem a senhora encontrar e, dessa forma, a senhora receberá de volta dessas pessoas novos modelos verdadeiramente puros. O dono, inventor, criador desse Software se chama Jesus! O preço foi devidamente pago por Ele na cruz do calvário, por ti e por mim. Tudo que você teve que fazer para receber, foi abrir o teu coração!
- Obrigado pela sua ajuda...
- Tenha um dia muito, abençoado e iluminado por Deus!

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

ÉTICA, JÁ!

Texto de Aloisio Guimarães

A eleição na OAB em Alagoas tem ocupado a maior parte do noticiário local durante as últimas semanas.
Já estou de saco cheio em constatar que a eleição de uma entidade de classe, como outra entidade qualquer, seja, para a mídia, o que há de mais importante em Alagoas nos últimos dias. Não se fala de outra coisa...
Eu não aguento mais! 
Eu não quero saber (e nunca quis) se quem vai ser o presidente da OAB na seccional de Alagoas é o João dos Grudes ou Zé Ventinha. Nem eu e nem milhares de alagoanos.
Chega, mudem de assunto!
Por outro lado, as acusações (gravíssimas) entre os membros das várias candidaturas são tantas, até contra o atual presidente, que a coisa está pendendo mais para página policial do que para uma informação de utilidade pública ou coisa que o valha. 
A imagem da OAB de Alagoas está maculada... A denúncia de compra de votos, dentro de entidade que combatia veementemente tal prática nos pleitos eleitorais, é mortal! E, pelo que se ouviu no áudio, com votos comprados por muita grana!
- Não adianta tentar transformar o acusador (es) em bandido(s), sob a alegação de que a denúncia é baseada em provas obtidas por meios ilegais. Um crime não é justificado (e nem deixa de existir) pela prática de outro crime. 
O que precisa (e tem quer ser feito) é apurar tudo que foi denunciado, ponto por ponto e punir o culpado, seja ele quem for!
Por sinal, ser o presidente da OAB na seccional de Alagoas deve ser muito bom, basta ver os comitês, luxuosíssimos, situados nas áreas mais nobres da cidade, coisa que não se vê nem em eleição para Presidente da República!
Finalmente, pergunto:
- Para que existe Conselho de Ética na Ordem?  Será que vai ficar "tudo por isso mesmo"?